Eis a hortiterapia, uma terapia que passa pelo contacto com as plantas, pelo cultivo da terra e agricultura. Através de uma conexão com seres vivos, em especial com a terra, valoriza-se a relação corpo-mente pelo movimento, os cinco sentidos e a atenção dirigida à tarefa a desempenhar. É por isso que, o facto de se entregar à atividades da jardinagem ou da agricultura, seja com o cultivo em vasos, na terra, sozinho ou acompanhado, favorece tanto o bem-estar como a saúde físico-psíquica.

Hortiterapia ou a arte de se deixar curar pela horta

Uma ferramenta terapêutica de grande relevância

É amplamente reconhecido o contributo que uma conexão com a Natureza dá no sentido de relaxar, acalmar e nutrir a alma. Talvez por isso, o verde seja a cor do altruísmo, da esperança ou, mesmo, do amor que conforta e cura. Pôr as mãos na terra, semear a vida e cuidar de um pedaço de terra define responsabilidades, traça objetivos a curto e a longo prazo e permite sentirmo-nos enraizados à vida quotidiana e plenamente presentes.
Num mundo de sobrecarga mental, de burn-out e um ritmo de vida acelerado, a hortiterapia revela-se como um antisstress eficiente, uma vez que o tempo na Natureza é lento por definição. Pessoas que sofrem de todo o tipo de limitações físicas ou mentais, podem cultivar a terra dentro de um estabelecimento de cuidados de saúde ou em hortas comunitárias e romper com o seu isolamento social, tendo o prazer de se sentir úteis e incumbidas de uma ação comum que cria ligações sociais. Como atividade de lazer a hortiterapia ajuda a esvaziar a cabeça ou, simplesmente, a mimar-se um pouco mantendo também a forma física e a saúde mental pela atenção dedicada à horta. a sua observação e contemplação.

A hortiterapia é para todos?

A hortiterapia tem uma enorme vantagem, abraça todo o tipo de públicos. Para as crianças, o acompanhar do ritmo das estações ou o observar os ciclos naturais de vida de uma planta é um constante convite à calma, à paciência e permite-lhes estar focados nas tarefas que desempenham. Para os adultos, um cantinho de horta pode ser um aliado importante que ajuda a atravessar momentos difíceis da vida como um período de luto, um divórcio doloroso ou a recuperação de doenças físicas ou psíquicas. Já os mais velhos encontram no contacto com a terra a tranquilidade, um meio para se manterem saudáveis e ativos, assim como um passatempo agradável que os pode ajudar a reavivar a memória e potência a comunicação com as gerações mais novas pela transmissão de conhecimentos.
Relaxamento, tranquilidade, estimulação do corpo e do espírito, eis alguns dos muitos frutos que a hortiterapia nos pode dar e que irão nutrir todas a idades. Nada supera a imensa satisfação de se ter conseguido participar do movimento universal de vida.

Hortiterapia ou a arte de se deixar curar pela horta

Como beneficiar dos seus efeitos ?

Não precisa de se mudar para o meio da floresta para sentir as virtudes terapêuticas da Natureza, basta fazê-la entrar em sua casa. Seja através de ervas aromáticas na cozinha ou uma Horta ao ar livre (prontificamo-nos, desde já, a ajudar) a horticultura oferece diversas possibilidades…o efeito de bem-estar, esse é garantido!

3 sugestões para cultivar uma Horta na sua varanda